EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

Combate Trabalho Infantil

PROJETO: ESTUDAR, BRINCAR E VIVER. TRABALHAR, SÓ QUANDO CRESCER.

 

A E.M.E.F (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Almirante Ary Parreiras, da Diretoria Regional de Santo Amaro,  está localizada na zona Sul de São Paulo e inserida na comunidade da Alba (Beira Rio e Vietnã). Uma comunidade muito carente de recursos, com falta de saneamento básico e com altos índices de violência, conhecida pela incidência do tráfico e da criminalidade. Comunidade marcada por muitos problemas sociais, entre eles o trabalho infantil, foco do projeto.

A escola é acometida com ausências dos familiares, onde a participação é muito pequena na vida escolar dos filhos, a maioria só comparece à escola por ocasião das reuniões e por convocação de alguma ocorrência. Também a maioria dos alunos é criada por seus avós e ou tios, devido alguns pais estarem cumprindo pena em sistema penitenciários.

Dentro desse cenário, existe o sério problema social do trabalho infantil, onde alunos do 5º ano do Ensino Fundamental I e se ausentavam das aulas para trabalhar de engraxate em diversos pontos comerciais como: Mc Donalds, Habibbs, Lojas Mel e pontos do metrô como: Jabaquara, Conceição e Saúde e ou vendendo balas e doces na Avenida Santa Catarina, próxima a escola.

Como educadora, senti que era necessário realizar um trabalho pedagógico, que fosse significativo, ao mesmo tempo, que esclarecedor e que pudesse ser ampliado para além dos muros da escola e dessa forma, este trabalho foi realizado pelo ciclo interdisciplinar abrangendo três turmas e os alunos com maior incidência desses casos.

Nesse sentido, a proposta foi idealizada com estudo e reflexão dos direitos humanos e de transformação social, da necessidade de refletir e intervir pedagogicamente sobre questão do trabalho infantil e contemplar o projeto político pedagógico da escola, sendo estruturada e montada junto aos discentes e com o uso reflexivo das tecnologias, que norteou as ações pedagógicas.

As ações foram construídas em cima de quatro pilares: sentir, imaginar, construir e compartilhar com o aporte das ferramentas digitais (programas e softwares autorais), além das redes sociais como suporte pedagógico a este trabalho.

Trazer estas questões para abordagem em sala de aula e pensar em ações, notando que essas práticas ocorriam por necessidades sociais e também por falta de conhecimentos dos responsáveis pelos alunos, promovendo a sensibilização do tema através das vozes dos discentes.

Dessa forma, o projeto culminou inicialmente em referências através de pesquisas na Internet, vídeos e curtas que abordassem o tema e esclarecendo o que era o trabalho infantil e suas consequências para a infância.

O segundo momento foi pensar e propor aos alunos ações sociais que sensibilizasse a escola e que atingisse também a comunidade escolar sobre a questão do trabalho infantil.

A fim de mostrar a funcionalidade da Língua Portuguesa e seu exercício para a vida cidadã, foi dada aos alunos a oportunidade de criarem ações coletivas para que pudesse sensibilizar a todos sobre o tema.

Também foi trazida a tona após estes estudos iniciais, alguns dados estatísticos em relação ao trabalho infantil no Brasil.

Para enriquecer a proposta procurei parceria, através do Portal Aprendiz, Rede Peteca que me colocou em contato com a Dra. Elisiane Santos, promotora pública do trabalho que aceitou o convite de ir a escola palestrar, conversar, pensar, apresentar e discutir com as crianças sobre o trabalho infantil e estendeu a parceria com o Canal Futura, onde propiciou que as crianças participassem de produção de um gibi de combate que irá se tornar uma animação, sendo divulgada no primeiro de semestre de 2018 no canal, atingindo uma esfera maior, garantindo que a escola garanta a democratização do acesso a informações e do direito da criança e do adolescente, assistindo uma população muito carente, resgatando autoestima e principalmente acesso a escola.

Por fim, após tantos debates e reflexões, por escolha dos alunos eles resolveram realizar ações sociais: curta metragem sobre o trabalho infantil, panfletos e adesivos a serem entregues na escola e na comunidade, onde através de aula pública fomos conversar com a comunidade sobre o tema, entregando o material produzido pelos alunos, empoderando as crianças sobre seus direitos e proporcionando conhecimentos a todos.

 

Demais fotos e vídeo sobre o projeto

https://drive.google.com/open?id=13U8kXyPUsrDPhgjoNrFXk2a62Js7zguc

 Depoimento Rede Aprendiz / Canal futura sobre o trabalho realizado na unidade escolar

https://www.youtube.com/edit?video_referrer=watch&video_id=usrtrQ5O0lw

 Reportagens sobre o trabalho realizado na Emef Almirante Ary Parreiras

http://portal.sme.prefeitura.sp.gov.br/Main/Noticia/Visualizar/PortalSMESP/Tecnologias-no-combate-ao-trabalho-infantil

http://www.chegadetrabalhoinfantil.org.br/boas-praticas/experiencias/educacao-alem-dos-muros-alunos-levam-para-comunidade-o-debate-sobre-trabalho-infantil/

http://www.chegadetrabalhoinfantil.org.br/noticias/materias/que-tal-debater-o-trabalho-infantil-em-sala-de-aula/

http://www.chegadetrabalhoinfantil.org.br/noticias/materias/em-oficina-de-quadrinhos-alunos-debatem-o-trabalho-infantil-em-sao-paulo/

 https://novaescola.org.br/conteudo/9427/trabalho-infantil-levei-a-conversa-da-sala-de-aula-para-a-comunidade

http://www.chegadetrabalhoinfantil.org.br/colunas/redes-sociais-como-aliadas-no-combate-ao-trabalho-infantil/

http://www.chegadetrabalhoinfantil.org.br/colunas/como-escola-pode-envolver-comunidade-no-combate-ao-trabalho-infantil/

 

 

 

Projeto Vencedor do V Prêmio de Direitos Humanos. Clique aqui para conferir a matéria na integra. 

 

Ações de Combate ao trabalho infantil, presença da promotora do trabalho Elisiane Santos, palestrando para os alunos.

 

Produção em Stop Motion realizada pelos alunos dos 5ª anos

 

Enviar comentário

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|sbww|sbww|image-wrap|news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|signup|content-inner||