EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

Robótica Livre

Robótica com Sucata Livre, promovendo a Sustentabilidade
 
Sim é possível trabalhar a robótica sem o Kit especializado. Como?!
 
Através da resolução de problemas, reciclagem de materiais, reutilização e redução de lixo, criatividade, inventividade e muita mão na massa! Convido a conhecerem um pouco desse trabalho, que mudou a realidade da minha escola e pode também inspirá-lo! Traga suas contribuições. 
 
Trabalho também divulgado na página da Aprendizagem Criativa.
 
 

O projeto ROBÓTICA SUCATA foi desenvolvido e estruturado para transformar a vida de crianças e jovens da periferia de São Paulo e traz ao palco a construção de utensílios reciclados do lixo retirado das ruas de São Paulo como forma de mediar a construção de conhecimento de conteúdos curriculares, de eletrônica e de robótica. O projeto tem atuado diretamente na transformação da vida de 1000 jovens e crianças da comunidade escolar da rede pública, que participam ou já participaram do projeto. O trabalho é organizado para mobilizar uma prática pedagógica e formativa, que incentive a aprendizagem do aluno pela sua criatividade e o estimula a experimentação de ideias e exploração de pesquisas para propor soluções locais à comunidade. Uma dessas soluções que se destaca é a reciclagem feita pela coleta de lixos de São Paulo que dão origem a construção de robôs e materiais de eletrônica.

O projeto ainda propõe a construção de carrinhos motorizados, robôs pessoais com placas programáveis como arduinos e microbit, máquina de refrigerante, aspirador de pó, entre outros. Desta forma, o Robótica com Sucata envolve diversas áreas do conhecimento, possibilitando uma aprendizagem mais ativa e atuante ao aluno. Mais do que isso, o projeto tem ajudado a pensar a escola que não só produza conhecimento, como também traga contribuições locais, como: a retirada de lixo das ruas de São Paulo, quinhentos quilos  de materiais recicláveis, transformando em protótipos com funcionalidades específicas, estimulando a responsabilidade social e o pensamento científico.
 
Neste mês de Outubro estamos próximos da meta de 1 tonelada de lixo transformados em protótipos com sucata. Arrecadamos até o momento 957kg.
 
O que me move! Vídeo exibido na premiação do Prêmio Claudia
 
Para replicar
 
Para você que quer iniciar o trabalho de robótica na sua escola, confira algumas dicas:
  • Apresente um problema;
  • Proporcione pesquisas e rodas de conversa;
  • Dê asas à imaginação;
  • Aulas de sensibilização sobre sustentabilidade, aulas públicas pelo bairro e conversa com os moradores e comércios da região. 
  • Trabalhe a linguagem de programação. Recomendo  Scratch S4 e Ardublock, dois programas que utilizo com os alunos. Ambos são softwares livres gratuitos e são bastante intuitivos;
  • Comece simples, quando iniciei com as turmas, fiz uma oficina com o carrinho movido a balão de ar, explicando na prática a 3ª lei de Newton, depois realizamos aulas para a explicação de circuito aberto e fechado, como acender um led, como fazer o motor girar, com o tempo evoluímos e construímos diferentes protótipos, utilizando a interdisciplinariedade e também materiais que encontramos; 
  • Monte fichas de investigação e observação para anotações;
  • Leve materiais recicláveis para a sala de aula, como tampinha, papelão, rolinho, caixas, garrafa pets, canudos, palito de sorvete, palito de churrasco, entre outros;
  • Oriente os alunos durante a criação dos protótipos e faça questões provocadoras;
  • Envolva a comunidade escolar e dê aos alunos a oportunidade de apresentar os seus trabalhos dentro da escola e fora dela também, como feiras e exposições;
  • Deixe a criatividade e a inventividade invadir a sala de aula.

Estou produzindo tutoriais para auxiliá-lo neste começo em sala de aula, em breve na seção documentos. 

                                                                                               Programação com o Scratch

Ampliação

O projeto de Robótica com Sucata foi ampliado para a E. E. Ângelo Mendes, onde através de formação os professores puderam vivenciar o trabalho e fazer o primeiro robô.

 

Sala de aula como espaço para criação, com liberdade para inventar e exercitar o pensamento cientifico. 

Curso Aprendizagens Criativas - Formação Docente

Prêmio Professor em Destaque

                                         Prêmio recebido da Associação comercial do Estado de SP

Comentários

Luiz Barbosa em 20/09/2018 19:35:36
Cara Débora,

Vi o seu trabalho no programa Saia Justa. Parabéns!!!

Muito bem bolado e muito bem feito!

Mesmo obter não há tanto recurso, sempre tem como criar algo novo!

Muito bom!!

Enviar comentário

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|sbww|sbww|image-wrap|news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|signup|content-inner||